NR 36 Frigorífico – Ministério do trabalho

Postado em 18 de Maio de 2017

Concluída em 2012, com o intuito de adequar os frigoríficos e proporcionar melhores condições de trabalho e de segurança aos trabalhadores de Empresas de Abate e Processamento de Carnes e Derivados, a NR 36 adequa para este seguimento, que necessita tanto de atenção especial, o uso de EPI’s, equipamentos, mobiliário e condições ambientais adequadas.

Os frigoríficos, de forma geral, vêm sendo responsáveis por uma grande fatia da economia brasileira, gerando cerca de 3,5 milhões de empregos diretos e indiretos, e junto ao crescimento monetário, aumenta gradativamente o número de acidentes no setor e de afastamentos ocasionados por patologias ocupacionais.

No setor, cerca de 17 mil acidentes foram registrados no ano de 2014, os estados mais afetados são Paraná, em 1º lugar, seguido por Rio Grande do Sul que esteve em primeiro lugar em 2013, com 2.313 acidentes.

O ambiente extremamente frio e exaustivo dos frigoríficos necessita de adequações para não comprometer a saúde dos colaboradores e manter a produtividade nas linhas de produção, aqui entra em ação a NR 36, que estabiliza normas para manter o bem-estar dos colaboradores levando em consideração um padrão de higiene elevado.

Um dos temas fortemente enfocados pela NR é o trabalho exercido em pé, seja de forma parcial ou não. Para isto, bancos semi sentados em Inox podem auxiliar, pois permitem a alternância entre a posição em pé e sentada proporcionando um alivio na coluna e evitando a fadiga. Cadeiras também devem ser utilizadas quando necessárias, sempre levando em consideração a utilização de materiais inoxidáveis em uma peça ergonômica, totalmente regulável e adaptável ao usuário, assim como pede a ergonomia. É importante que o material utilizado nos bancos e cadeiras não comprometam a sensação térmica.
O setor frigorífico deve cumprir normas rigorosas de higiene e boas práticas de produção, portanto as cadeiras, bancos e apoios para os pés devem possuir matéria que impossibilitem a formação de sujidades e contaminantes como ferrugem, e de fácil limpeza.